BLW: o bebê estará bem nutrido?

picsart_12-04-12-26-15

Oiiii gente linda! 👋 Vamos ao post? 👇

🍴 A Introdução Alimentar é uma fase de muita expectativa para a mamãe. Existe várias dúvidas, por exemplo, o que oferecer? Quando oferecer? Quanto oferecer? E a principal, será que meu bebê estará bem nutrido tanto pelo método tradicional quanto pelo BLW? 😟

👉 Nenhum método é capaz de garantir a nutrição perfeita, pois, o Leite Materno/Fórmula continuará sendo a principal fonte de nutrição para o bebê, pelo menos até o primeiro ano de vida. Como o próprio nome já diz, a alimentação complementar, COMPLEMENTA o leite materno/fórmula e NÃO O SUBSTITUI.

Verifique o gráfico a seguir:

1446517747438

Esse gráfico 📊 mostra a quantidade de nutrientes para 500ml de leite materno no segundo ano de vida. Observem que cerca de 1/3 das necessidades energéticas continuam sendo pelo leite materno. Quase 40% das necessidades de proteínas; 45% das necessidades diárias de vitamina A e 95% das necessidades de vitamina C, entre outros nutrientes.

Desmistificando a história de que o leite materno é fraco, “vira água”, entre muitas outras coisas que escutamos. A OMS e a Sociedade Brasileira de Pediatria recomendam o  Aleitamento Materno Exclusivo até os 6 meses e complementado até os 2 anos ou mais.

E sim, o seu bebê estará bem nutrido com a alimentação complementar pelos dois métodos! Se a criança estiver crescendo e ganhando peso, a prova está aí!

Nutribeijos! 😘

Anúncios

BLW ou Papinhas? Qual método escolher?

picsart_12-04-12-25-35

Mais um assunto muito procurado por aqui e no meu instagram e tenho certeza que as mamães ficam apreensivas em relação a esse assunto. Chegam muitas dúvidas pra mim: “Nutri, como começo a introdução alimentar, com BLW ou o método tradicional?”, “Posso usar os dois métodos?”, “Por qual método devo começar?” entre muitas outras perguntas.

Primeiramente, pode sim usar os dois métodos. A depender de cada caso eu sempre recomendo. Pensem comigo, se um bebê que come papinhas e sólidos ao mesmo tempo, tem muito mais saúde nutricional além de desenvolver funções sensoriais, neurológicas, motoras e cognitivas do que um bebê que come apenas a papinha. Como eu sempre falo, é necessário que ele tenha a curiosidade em experimentar os alimentos.

O BLW não consiste apenas em oferecer pedaços para os bebês, pelo contrário, o próprio bebê que conduz sua alimentação, e envolve desenvolvimento e paciência. É a livre demanda do bebê. E pra quem não sabe, existe talheres no BLW sim! Nesse método é preciso ter calma, principalmente quando há pessoas ao redor que não acreditam ou o próprio medo da mãe com engasgos.

Uma dica: converse com um nutricionista infantil que conheça os dois métodos e que te oriente a escolher o método mais adequado e que passe informações de confiança!😉

Nutribeijos!

BLW: Tipos de cortes

picsart_12-04-12-26-57

Olá pessoal!
Os posts sobre o Especial BLW estão sendo um sucesso! Muitas mães entraram em contato comigo, elogiando e dando até sugestões para próximos posts! =)

O que vocês precisam saber é que deve-se oferecer alimentos seguros para os bebês que praticam. Inicialmente, os cortes são grandes, para que o bebê consiga segurar e levá-lo a boca. Com o passar do desenvolvimento de cada criança, elas terão o desenvolvimento da pinça, e com isso os pedaços poderão ser um pouco menores. As crianças já tem habilidade de pegar grãos também!

No início do ano, eu publiquei posts sobre os tipos de cortes usados no BLW, e eu tive uma ajuda imensa de uma mãe, a Jana do perfil @blwdopedro ❤ Eu dividi o post em 2 partes! E vocês poderão conferir nos links abaixo:

Tipos de Corte (Parte 1)

Tipos de Corte (Parte 2)

Até o próximo post!
Nutribeijos!

BLW: vantagens e desvantagens!

picsart_12-04-12-27-40

Olá meus amores! E hoje nosso post é pra que vocês saibam quais são as principais vantagens do BLW e as desvantagens! Vamos conferir?

Quais são as vantagens?

Posso dizer que existe inúmeras vantagens, e eu vivo isso com os meus babys-pacientes no consultório. O feedback de mães, relatando como o seu filho se desenvolveu e aprendeu com o método (e continuam aprendendo e se desenvolvendo), não tem preço!

  • É natural: antigamente, há alguns milênios de anos, quando não existiam talheres, como as pessoas da época se alimentavam? Com as mãos, não é mesmo? Com o bebê não é diferente! Eles aprendem a explorar os alimentos, experimentar o alimento e conduzir seu próprio ritmo de se alimentar.
  • O bebê aprende sobre comida e alimentação: ele é capaz de aprender a distinguir o que pode comer e o que não pode comer. Aprende sobre texturas e sabores, consequentemente, aprende que o brócolis é um alimento e que faz parte de sua alimentação, diferente de um brinquedo que ele pega e põe na boca, por exemplo. Eles estão no controle do que vão comer e da quantidade, estimulando assim, o controle da saciedade.
  • O bebê desenvolve todos os sentidos: quando os alimentos são apresentados e explorados, o bebê aprende, o que é macio, o que é escorregadio, o que é mais durinho, aprende tamanhos, formas, texturas, peso, cheiro, ou seja, todos os sentidos estão sendo desenvolvidos nesse método.
  • Comer em segurança: uma vez que o bebê pega o alimento, ele vai explorar, ele vai jogar no chão, brincar e colocar na boca. Ao colocar na boca, ele vai mastigar, depois ele vai engolir e se saciar. É todo um passo a passo que ele vai aprendendo sozinho. O risco de engasgo no BLW é difícil, é muito pequena, é preciso respeitar o tempo do seu bebê. Ele adquire as capacidades motoras e neurológicas gradualmente, ou seja, o bebê consegue comer tudo que ele consegue pegar com a mão e não em forma de pinça (isso, ele aprende quando estiver maiorzinho), então não é indicado nesse primeiro momento oferecer grãos. O bebê tem o próprio reflexo ou gag-reflex que é quando ele põe o alimento na boca e já engole, ele vai ter o reflexo de ânsia, e vai pôr pra fora, nesse momento, ele vai aprender que da próxima vez, ele não precisa ir tão rápido, que ele vai mastigar, antes de engolir. Existe o risco de engasgo? Sim, mais é muito pequeno. Confie no seu filho!
  • Faz parte do momento de refeição em família: aprende a ter convívio social e aprende com seus maiores exemplos, que são os pais!
  • Praticidade: é o mesmo alimento da família, fica fácil quando for sair e não ter que se preocupar com papinhas.
  • Tem maiores chances de gostar de todos os alimentos: se você oferece todos os tipos de alimentos saudáveis ao seu bebê, é menos provável que ele desenvolva transtornos alimentares ou seletividade, ou seja, não terá problema em comer alimentos saudáveis.

E quais são as desvantagens?

  • Sujeira e bagunça: ele não sabe que tem que levar o alimento a boca e não sujar tudo ao redor. Ele precisa explorar e conhecer e bagunça mesmo, porém conforme ele vai aprendendo, a bagunça vai diminuindo. E convenhamos, né, é uma sujeira muito boa!😉
  • Ter que lidar com a opinião alheia: é incrível, 100% das mães dos meus babys pacientes, me relataram que escutaram muito, opiniões de pessoas que não conhecem o método, de familiares e até de profissionais de saúde que as irritam com tantas falas e que nem conhecem e nem procuram conhecer, sobre o método. Paciência!

Até o próximo post!
Nutribeijos!