🍎 Qual o primeiro alimento para oferecer ao bebê na Introdução Alimentar?

Olá pessoal! 💕

A partir de hoje irei trazer novos tipos de conteúdos pra vocês que me acompanham aqui, além dos posts, teremos alguns vídeos também! 😉

🍎 No vídeo de hoje, falei sobre Introdução Alimentar, confira abaixo!

Espero que tenham gostado, não esqueçam de dar o like e seguir meu canal no YouTube, é só clicar nesse link aqui.

Nutribeijos!

Anúncios

“Nutri, quando posso oferecer peixe para meu bebê?”

Olá pessoal! 💕  Tudo joia?

Hoje eu trouxe uma dúvida muuuuito frequente de mamães, afinal, quando será que pode introduzir o peixe na alimentação do bebê? 😕

Bom, ainda não existem comprovações científicas que afirmem que alimentos alergênicos devem ser evitados para bebês com histórico na família de alergia alimentar. 👍

Você já ouviu falar em Janela Imunológica? Pois bem, aos 6 meses de vida do bebê, todos possuem essa janela imunológica e é o momento propício para oferecer esses alimentos alergênicos. Estudos comprovam que terão menos chances em desenvolver alergias se introduzidos durante esse período. 😉

🐟 Então, o peixe é  indicado a partir dos 6 meses na alimentação do bebê, em pequenas quantidades.

🐟 Os peixes mais indicados são tilápia, pescada, salmão, robalo…

Me conta, você já ofereceu peixe para seu bebê?

Nutribeijos!

“Nutri, porque NÃO devo colocar Sal na comidinha do bebê?”

Olá pessoal! 💕

☝️🏽Sabemos que a Introdução Complementar começa aos 6 meses, para bebês em aleitamento materno exclusivo ou em uso de fórmulas infantis. Antigamente, a comidinha do bebê era chamada de Papinha Salgada, e com isso, surge a dúvida: “afinal, deve conter sal?” Sendo assim, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) alterou o nome para Papinha Principal, combinado? 👍🏽

E afinal Mi, porque não deve ter Sal na comidinha do bebê? 🤔

  • Alguns estudos revelaram que a introdução precoce de sal, o bebê tem um risco aumentado de ter Hipertensão no futuro e outras doenças associadas.
  • O Sódio e outros nutrientes que um bebê precisa, estão totalmente presentes no Leite Materno, em fórmulas infantis e em outros alimentos. Quando esse sódio é acrescentado (nas comidinhas, por exemplo), em bebês com 6 meses, sabemos que os rins são muito imaturos ainda e não são capazes de metabolizar grandes quantidades de sódio.
  • Além disso, quando não adicionamos o sal, o bebê aprende a gostar do alimento natural e passa a ser melhor aceito.

👅 Nosso paladar já está acostumado com o “sal” e “açúcar” e muitas mães acreditam que o dos bebês sejam assim também. E não é verdade! A partir da Introdução Alimentar, ensinamos o bebê a criar hábitos alimentares saudáveis. Podemos temperar a comidinha do bebê com os temperos naturais: alho, cebola, salsa, cebolinha, orégano, coentro, etc.

🚨 O Ministério da Saúde preconiza a ingestão de sal a partir de 1 ano!

Nutribeijos!