Amamentação, Nutrição Materno

A alimentação materna influencia no Leite Materno?

Hello pessoal! 💕 Esse post foi sugerido por uma mãezinha lá no Instagram e eu resolvi trazer aqui pra vocês!

“Pesquisas recentes apontam que a alimentação da mulher durante o período de amamentação pode influenciar na qualidade do leite materno, principalmente no teor de vitaminas. Especialistas alertam que uma dieta balanceada desde a gestação também é fundamental para garantir que as reservas de ferro e vitaminas da mãe não sejam esgotadas pela lactação.” – Estadão Geral.

A orientação correta para as mães, durante a amamentação, é de fundamental importância e deve ser realizada por profissionais da área de saúde. Exemplificando os riscos, o consumo exagerado de gorduras trans, presentes em algumas preparações caseiras e em maior quantidade nos alimentos industrializados (p.ex., sorvetes, biscoitos recheados e alimentos pré-prontos congelados), eleva a concentração desse tipo de gordura no leite materno com subsequente modificação na composição corporal do recém-nascido (RN) e aumento de massa gorda. A concentração de alguns micronutrientes no leite materno depende da dieta consumida pela mãe.” – Manual de orientação do Departamento Científico de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (2012).

Então como vocês puderam conferir, a alimentação materna influencia sim no Leite Materno. Por isso, a importância de um pré-natal adequado e uma avaliação nutricional durante o pré-natal também.

Um estudo publicado no Anales de Pediatría da Academia Española de Pediatría concluiu que o leite materno tem um a composição bastante constante e a dieta materna afeta alguns nutrientes, como a gordura, por exemplo. (Já publiquei um post aqui também sobre isso!) Carboidratos, proteína, cálcio e ferro não sofrem alteração importante, mesmo que a mãe não receba quantidades adequadas desses nutrientes em sua dieta. Já nos casos de vitaminas hidrossolúveis, vitamina A e D, a deficiência na dieta prejudica as quantidades no leite materno de forma direta. Um alerta importante é sobre a necessidade de uma dieta nunca inferior a 1.800 calorias nessa fase da amamentação. Por isso também, a importância do acompanhamento nutricional.

Eu já publiquei um post sobre a Alimentação Materna em Relação com as Cólicas no bebê, você pode conferir esse post clicando aqui que é muito procurado também pelas mamães.

Espero que tenham gostado!
Nutribeijos! 😘

Anúncios

Deixe um recado :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s