Introdução Alimentar

BLW: e o bebê não engasga?

picsart_12-04-07-48-07

Olá pessoal! =)
Trouxe mais um post da série de posts que estarei publicando durante os próximos dias, e essa pergunta é de extrema preocupação para 100% das mães que querem que seus pequenos pratiquem o BLW.

E o bebê não engasga?

O risco de engasgamento real em BLW é menor ou igual ao de o método tradicional e é muito raro. Na minha experiência de consultório, atendi muitos bebês que praticaram o método, e as mães me relataram, que os filhos, se engasgavam mais com o Leite Materno ou Fórmula, do que com o próprio alimento sólido. E muitos especialistas afirmam isso! A maioria dos bebês com 6 meses, estão com os dentinhos em erupção, e mesmo sem os dentinhos, o bebê consegue “morder” o alimento com a gengiva.

Ressaltando que muito do que se discute sobre o BLW tem base empírica, isto é, não baseada em fatos científicos. Apesar de bastante difundido atualmente, o BLW ainda está sendo estudado e os artigos científicos sobre o assunto ainda apresentam dados incompletos e superficiais. Na prática, o BLW tem se mostrado um método extremamente eficiente no desenvolvimento das funções orofaciais e na condução da introdução da alimentação complementar.
Até o momento, não existem na literatura relatos de aspiração em bebês que foram introduzidos ao método. (Aline Padovani – Ta na hora do Papá)”

O que pode acontecer é um “falso engasgo”, chamado de Gag-Reflex ou Reflexo de Gag, que consiste num reflexo fisiológico  protege as vias aéreas – ele põe o alimento mal deglutido de volta, pra frente da boca. A criança poderá cuspir o determinado alimento e jogar fora, ou poderá mastigar e engolir novamente. Isso pode acontecer tanto no BLW quanto no método tradicional de papinhas.

Algumas medidas de segurança que você precisa saber:

– O bebê deve ser capaz de se sentar sozinho, segurar objetos e levar a boca por própria conta.
– Ofereça alimentos seguros durante a alimentação do BLW (falarei melhor sobre isso no post sobre cortes).
– Nunca deixe o bebê sozinho com a comida. Esteja do lado, supervisionando o seu filho.
– Nunca ofereça alimentos em posição deitada ou semi-deitada, corre aí o risco de engasgamento.
–O dorso deve ficar livre para se mexer para frente e para atrás. Se possui a cadeirinha, use apenas o cinto ao redor da cintura.
– Nunca abra a boca à força, nem force engolir a comida, não o engane ou distraia para colocar comida na boca – o bebê será o único responsável por se alimentar, ele é quem vai conduzir a sua alimentação.
– Não se apavore, não grite e nem assuste o bebê se o ele manifesta o gag-reflex, ele tem a capacidade de ser recuperar sozinho, é fisiológico.

Até o próximo post!
Nutribeijos!

Anúncios

Deixe um recado :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s