Nutrição Infantil

Excesso de açúcar na infância = Cáries!

“Cárie precoce na infância é um termo utilizado para determinar o acometimento de lesão cariosa em crianças na idade pré-escolar. O termo define a idade do grupo afetado, caracterizando-se como uma doença de rápido desenvolvimento e que acomete superfícies dentárias normalmente livres de cárie.

A cárie em crianças pré-escolares é um assunto de grande importância, uma vez que afeta esta minoria da população, com desvantagens sócio-econômicas, em países desenvolvidos e em desenvolvimento. Também é considerada um problema de saúde pública, que acomete comunidades desfavorecidas dos países subdesenvolvidos e industrializados, onde a desnutrição é um fator comum e de grande relevância.”

Estudos recentes realizados no Brasil afirmam que a prevalência de cárie na infância varia de 12 a 46%, sendo que a faixa etária que desenvolveu mais cárie foi de 1 a 3 anos de idade. O último levantamento epidemiológico nacional em saúde bucal encontrou uma prevalência de 26,85% na experiência de cárie em crianças entre 18 e 36 meses, existindo um evidente incremento com avanço da idade, independente do gênero.

E o porque isso ocorre? Sabemos que há influência nutricional, ou seja, depende da quantidade de açúcar ingerido e tempo deste em contato com os dentes, para se instalar. Principalmente à introdução dos carboidratos refinados na dieta, principalmente a sacarose (que é o açúcar da cana), um dissacarídeo mais cariogênico, sendo este o mais presente na dieta familiar em quase todo o mundo.

Um estudo realizado para avaliar o potencial cariogênico de sucos de frutas artificiais, com ou sem soja, pela Universidade de Minas Gerais, teve como objetivo avaliar 20 sucos de frutas industrializados, sob o ponto de vista do potencial erosivo e cariogênico. Avaliaram-se três parâmetros que podem contribuir para a possível perda de minerais dentários. Quando pH, acidez e açúcares totais foram analisados em conjunto, percebe-se que a maioria dos sucos apresentou baixo pH, altas quantidades de carboidratos e elevada acidez, o que os tornam tanto erosivos quanto cariogênicos. Os resultados permitem sugerir que, se consumidos com freqüência, estes sucos podem contribuir para o desenvolvimento de erosão e cárie dentária. Entre as vinte bebidas estudadas estão: Ades (laranja, maçã e abacaxi), Del Valle, Su Fresh, Kapo e Yakult Tonyu, muito consumido no público infantil.

Concluindo, não dê mamadeira, e nem mesmo antes de dormir porque, além de prejudicar a formação dos dentinhos, são difícies para higienização, e também dos ouvidos ou do trato gastrointestinal (podem ocorrer otites ou refluxo).

O problema acontece porque, quando o bebê está dormindo, os líquidos que têm açúcar permanecem em volta dos dentes. Até mesmo o leite materno e as versões em pó tem açúcar. Permitir que a criança adormeça enquanto se alimenta ou que fique o tempo todo com a mamadeira são algumas das causas da cárie.

Para evitar que isso aconteça, crie o hábito de colocá-lo na cama sem a mamadeira. Limpe a gengiva e os dentes dos bebês após qualquer alimentação com um pano úmido e macio, um pedaço de gaze ou uma escova para bebês. As crianças mais velhas devem ser estimuladas a escovar os dentes após as refeições.

Nutribeijos!

Fontes: Link 1 e Link 2

Anúncios

Deixe um recado :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s