Nutrição Materno

Alimentação Materna x Cólicas no bebê

i150519

 

Olá mamães, quem nunca teve essa dúvida?
A cólica nada mais é que um termo usado para descrever um choro incontrolável em bebês que são saudáveis. É normal que os bebês chorem quando estão com fome, assustados.. Mas com cólica, nada resolve para parar o choro.

Ainda não se sabe o que provoca a cólica, cerca de 10% a 30% dos bebês apresentam o mal conforto e vários aspectos já foram sugeridos, como: imaturidade intestinal (Treem, 1994), alergia à proteína do leite de vaca (Cheyne, 1991), condições emocionais maternas e dinâmica familiar (Baar, 1991; Rautava, 1993), além de aspectos próprios ao temperamento do lactente (Canivet, 2000; Huhtala, 2000) e ingestão materna de alimentos que causam gases. Entre esses alimentos estão: leite, chocolate, feijão, repolho, cebola, comidas apimentadas, amendoim, frutas cítricas, brócolis e couve-flor. Uma mãe que amamenta precisa ter uma boa alimentação, e que há passagem de substâncias que são consumidas pela mãe, através do leite materno.

Sabe-se que quando existe uma predisposição genética para alergia de um determinado componente de um alimento, o bebê pode ser sensibilizado precocemente caso a mãe inclua esses alimentos na dieta. A beta-lactoglobulina (uma proteína presente no leite de vaca), já foi detectada no leite materno e foi responsável pelo quadro de alergia em bebês que amamentaram exclusivamente no peito. (Sorva e cols, 1994; Jarvinen e cols, 1999).

E bebês que tomam fórmula?
Possa ser que ele tenha alguma intolerância ou alergia a um componente da fórmula. Se o problema não melhorar, o ideal é conversar com o pediatra para um melhor diagnóstico.

Chega-se à conclusão de que as cólicas nos lactentes são resultantes de uma resposta adaptativa do lactente e de condições ambientais e que, portanto, como foi mencionado acima, a etiologia é multifatorial. O esvaziamento completo da mama, possibilitando que o bebê receba o leite posterior e, em consequência, menos lactose, melhora os sintomas da cólica. Também podem ser utilizadas massagens para ajudar a liberar os gases (Vitolo, 2014).

 

Anúncios

Deixe um recado :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s