Programação Metabólica em Gestantes

umbilical

 

“A noção de que o ambiente fetal contribui para a suscetibilidade a doenças de acometimento tardio gerou a hipótese da origem fetal, que enfatiza a importância que a nutrição intrauterina desempenha nas várias fases do desenvolvimento.” (Herbig & Stover Anais Nestlé, 2004; 63:1-12). Ou seja, a alimentação da mãe afeta diretamente no desenvolvimento do seu filho, o que cada um escolhe como alimento pode ter um grande impacto na saúde no que se refere gerar um novo ser.

O ambiente nutricional intrauterino pode ser ou não favorável na para a programação metabólica de doenças na idade adulta, como a obesidade, diabetes, hipertensão. Então, a programação metabólica é a capacidade de resposta a situações ambientais estranhas por meio de adaptações em nível celular, molecular e bioquímico. Há uma série de adaptações acionadas por instruções genéticas (modificações nos genes) e podem se tornar  permanentemente afetando a vida da criança até a idade adulta.

Os ajustes fisiológicos que acontecem durante a gestação afetam o metabolismo de todos os nutrientes, enquanto mantêm a homeostase materna e preparam o organismo para a amamentação. O uso dos nutrientes da dieta é alterado, aumentando sua absorção intestinal ou diminuindo a excreção renal ou gastrintestinal. A manutenção de uma adequada ingestão nutricional e nível de atividade física é essencial para garantir um adequado crescimento e desenvolvimento fetal. Essas mudanças na ingestão alimentar e no nível de atividade física durante a gestação podem afetar a quantidade de energia e de nutrientes para o crescimento fetal.

Alguns dos mais importantes nutrientes que requerem uma adequada recomendação nesta fase são: proteínas, gorduras e carboidratos, vitaminas A, C, D, E, K, B1, B2, B6, B12, niacina, ácido fólico, ácido pantotênico, cálcio, fósforo, ferro, magnésio, zinco, cobre, selênio, sódio, potássio, cloro e iodo. É importante lembrar que a ingestão alimentar na gestação deve ser segura e adequada, fornecendo nutrientes e energia necessários para alcançar as necessidades da mãe, do feto e do lactente. Deve ser supervisionado o adequado ganho de peso materno e a hidratação é essencial na gestante para evitar a hipertermia e desidratação.

A futura mamãe deve entender que as escolhas nutricionais durante a gestação são de extrema importância e que um pré-natal nutricional adequado para que as orientações passadas pelo profissional nutricionista, garanta a saúde materna e fetal durante todo o desenvolvimento da gestação.

Nutribeijos!

Anúncios

Deixe um recado :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s